37

Que somos?
Briga é umha organizaçom juvenil comunista de caráter Marxista-Leninista, enquadrada no seio do Movimento de Liberaçom Nacional Galego (MLNG), tendo como espaço de atividade o território da CAG e as comarcas da Galiza irredenta (Eo-Návia, O Berzo e Seabra). Os seus objetivos som a incorporaçom dos elementos mais ativos e avançados da mocidade trabalhadora e popular galega, para contribuir ao processo de libertaçom nacional e social de género na Galiza com a conseqüente
construçom dumha República Galega ao serviço das classes populares tendo como objetivo final a dissoluçom de todo Estado e classe social.
Como nos organizamos?
Os Grupos de Base som as estruturas básicas da nossa organizaçom, onde é elaborado o trabalho militante do dia a dia, a estrutura que esta em contato direto com as problemáticas e necessidades das comarcas, vilas e cidades do país.

A Mesa Nacional é o órgão de direçom da organizaçom, eleito polo conjunto da militância em cada Congresso Nacional.

O Congresso Nacional é o órgão de máxima decisom, tem lugar cada dous anos.
A nossa historia.
A nossa organizaçom funda-se no 2004 em Ferrol, mantendo umha estreita cooperaçom e relaçom com Nós-Unidade Popular, Primeira Linha e AGIR.

Na nossa primeira etapa como organizaçom juvenil setorial enquadrada num movimento mais amplo, a nossa organizaçom adotava o marxismo cientifico como forma de estudar e compreender o mundo, dirigindo-se à juventude trabalhadora e popular, buscando organizá-la para dar-lhe resposta aos ataques e problemáticas concretas que afetam à juventude galega.

Após a auto-dissoluçom em 2015 do que era o nosso referente adulto até o dia, Nós-Unidade Popular, a posterior “rutura” com Primeira Linha e a unidade orgânica de AGIR com a LEG e Comités dando criaçom a Erguer, a nossa organizaçom encetava umha nova etapa.

Em dezembro desse mesmo ano a nossa organizaçom encarava o seu VI Congresso Nacional sob a legenda “Com a Imparável força da juventude”. Nele o conjunto da militância fazia umha delcaraçom de firmeza e vontade de continuar a trabalhar no fortalecimento e avanço da esquerda independentista, sendo conscientes das dificuldades que apresentava este novo período.
Em 2018, com a celebraçom do VII Congresso Nacional, a organizaçom decidia
atualizar a ferramenta, os seus objetivos e funçom na sociedade. Assim, no 10 de
Março, na mesma cidade que acolheu a fundaçom da organizaçom, BRIGA reconhecia
e adotava o Marxismo-Leninismo como método de análise e praxe e o centralismo
democrático como método organizativo.